37ª reunião ordinária do CBH-Guandu é realizada em Laranja da Terra


29 maio/2015

IMG_5685

O diretor presidente da AGERH, Paulo Paim, que também participou do encontro, falou aos membros sobre questões relacionadas à gestão de recursos hídricos no Estado

O município de Laranja da Terra foi sede da 37ª reunião ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Guandu, no dia 27 de maio. O encontro, que contou com a participação do diretor presidente da Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH), Paulo Paim, também teve como pauta o Programa de Recomposição de APPs e Nascentes – P52, o IV Encontro de Integração da Bacia do Rio Doce e o projeto Disponibilidade de Água no Rio Doce.

Durante o período da manhã, os conselheiros e convidados do Comitê participaram de um momento de formação continuada, comandado por Paim. Foram apresentadas informações gerais sobre a gestão de recursos hídricos, sobre os instrumentos de gestão, de planejamento, entre outros pontos. Paim também falou sobre a estrutura e atribuições da AGERH e sobre como eles pretendem trabalhar em parceria com os Comitês, subsidiando os conselheiros em suas decisões por meio de informações e apoio técnico.

No período da tarde foi a vez de colocar em pauta o Programa de Recomposição de APPs e Nascentes – P52, que está sendo implantado na bacia pelo Comitê. O representante do IBIO Institucional, Thiago Belote, conduziu a apresentação com informações sobre o processo de contratação da empresa que ficará responsável pela elaboração do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do Programa de Regularização Ambiental (PRA) das propriedades selecionadas para participar do programa. Segundo Belote, o ato convocatório que será lançado com esse fim precisou ser flexibilizado para que as empresas pudessem atender aos requisitos. Também foram citadas as reuniões de mobilização para a implantação do P52 que estão sendo realizadas ao longo da bacia com o objetivo de divulgar o programa aos produtores rurais da região. Os municípios de Laranja da Terra e Baixo Guandu serão os próximos a sediar os encontros.

Belote também falou sobre o programa Disponibilidade de Água no Rio Doce, desenvolvido pelo IBIO Institucional, que elencou as áreas mais críticas da bacia e prioritárias no que diz respeito à investimentos. O objetivo foi conseguir o apoio do Comitê para, através do estudo, buscar recursos externos para recuperação da Bacia do Rio Doce. Após deliberação, os membros optaram por apoiar a iniciativa.

Ao final da reunião, os conselheiros puderam saber mais sobre os preparativos para o IV Encontro de Integração da Bacia do Rio Doce, que será realizado entre os dias 11 e 13 de agosto, no município de Afonso Cláudio. Um grupo, que foi criado para acompanhar a organização do evento, se reuniu nos dias 12 e 13 de maio para conhecer a estrutura hoteleira e disponibilidade de auditórios de Afonso Cláudio para a realização do encontro. Ficou definido que o tema será Responsabilidade Social e Sustentabilidade e o lema Doce: um rio de todos nós. A programação contará com palestras, apresentações culturais e visitas técnicas.

O próximo encontro será realizado no dia 5 de agosto, em Brejetuba.


Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário