CBH-Suaçuí reúne autoridades para tratar de panorama pós-rompimento


18 set/2017

Ações de monitoramento da qualidade e quantidade da água e de restauração florestal e produção da água, previstas no TTAC, serão apresentadas em reunião do colegiado, que também tratará de outros temas relacionados à bacia

 Representantes do CBH-Suaçuí, autoridades, acadêmicos e especialistas participarão, na próxima quarta-feira, 20 de setembro, às 9h30, no auditório A do Campus II da Universidade Vale do Rio Doce, da reunião do comitê, que abordará, entre outros temas, o andamento de ações de monitoramento da qualidade e quantidade da água e de restauração florestal e produção da água, previstas do Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC), firmado entre a mineradora Samarco e suas acionistas e entes do governo, após o rompimento da barragem de Fundão, em novembro de 2015. As atividades serão apresentadas por representantes das Câmaras Técnicas do Comitê Interfederativo (CIF) – que tem como atribuições validar os programas e projetos apresentados pela Fundação Renova, indicando, caso necessário, correções, readequações e questionamentos sobre as ações desempenhadas. 

No encontro, os participantes também esclarecerão dúvidas sobre o edital de chamamento para inscrição de municípios interessados em ter projetos de Sistema de Abastecimento de Água (SAAs) e de Esgotamento Sanitário (SESs) financiados pelos Comitês da Bacia do Rio Doce, por meios dos programas de Saneamento da Bacia (P11) e de Universalização do Saneamento (P41). A metodologia utilizada para recuperação de 250 nascentes na região da Bacia Hidrográfica do Rio Suaçuí, por meio da Fundação Renova, e a apresentação do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica também marcarão o encontro. Confira aqui a pauta completa: goo.gl/QJdBG1


Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário