Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Santo Antônio alerta sobre mortandade de peixes em Ferros


22 maio/2015

Representantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Santo Antônio acompanham de perto a investigação do que poderia ter causado a morte de peixes no manancial desde a última segunda-feira, dia 18 de maio. As causas da mortandade estão sendo apuradas pela Polícia de Meio Ambiente, que emitiu um alerta para que moradores não pesquem na região. Nas cidades a jusante de Ferros, não foram registradas mortes de animais.

O presidente do CBH-Santo Antônio, Felipe Benício Pedro, ressaltou a importância de identificar o problema para evitar que o caso se repita. “Nós do Comitê já enviamos um ofício aos órgãos do Estado competentes, que são IGAM, Semad e SIAM, para que sejam tomadas as devidas providências”, ressaltou. Segundo a representante do CBH em Ferros, Tereza Cristina Almeida Silveira, amostras de água foram enviadas ao SAAE de Itabira para serem analisadas e um laboratório de Belo Horizonte fará análise dos peixes encontrados no rio.

A bacia

A Bacia Hidrográfica Rio Santo Antônio faz parte da macrobacia do rio Doce e insere­se totalmente no Estado de Minas Gerais, na região do Vale do Rio Doce, ocupando uma área de 10.429,46 quilômetros quadrados. Seus principais cursos d’água, além do Rio Santo Antônio são os Rios Guanhães, do Peixe, Tanque e Preto do Itambé.  O rio Santo Antônio nasce na Serra do Espinhaço no município de Conceição do Mato Dentro e tem 280 quilômetros de extensão.

CBH-Santo Antonio

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Santo Antônio (CBH Santo Antônio) foi instituído através do Decreto Estadual N° 42.595, de 23/05/2002, após intenso trabalho de mobilização social na região. Tem caráter normativo e deliberativo. Sua finalidade é atuar na gestão dos recursos hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Santo Antônio, a fim de viabilizar a promoção de programas e políticas de preservação e recuperação da bacia, bem como para o desenvolvimento sustentável da área que abrange.


Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário