Equipamentos para nova sede do CBH-São José são entregues pelo IBIO-AGB Doce


24 fev/2015

IMG_3022

No dia 5 de fevereiro, conselheiros e convidados se reuniram em Linhares (ES) para a primeira reunião ordinária de 2015 do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São José. O evento, realizado no polo da Universidade Aberta do Brasil, contou com a participação de representantes do IBIO-AGB Doce, que fizeram a entrega dos equipamentos cedidos pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH) ao CBH.

Foram doados uma câmera fotográfica, um aparelho de GPS, um computador e uma impressora. A expectativa é que, dentro de alguns meses, a sede do Comitê, que será instalada no prédio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Governador Lindenberg, já esteja funcionando.

Os participantes também puderam conhecer o Programa de Incentivo ao Uso Racional da Água na Agricultura (P22) e um equipamento que indica, de maneira simples, quando e quanto irrigar, o irrigâmetro. O professor Márcio Mota, representante da Fundação Arthur Bernardes (Funarbe) – empresa contratada para a execução do programa –, e o coordenador do projeto e analista do IBIO-AGB Doce, Eduardo Costa, detalharam o processo de implantação do P22 na bacia do São José.

O programa, que irá contemplar cerca de 40 produtores rurais do São José e aproximadamente 240 em todas as seis bacias participantes, funciona da seguinte forma: os beneficiários são indicados pelo Comitê, tendo como critérios de seleção o tipo de cultura, a localização geográfica e a zona de conflitos. Após serem selecionadas, as propriedades são visitadas por técnicos que analisam o tipo de solo, o sistema de irrigação, o produto cultivado e a temperatura local. A partir das informações coletadas, o aparelho, que custa em média R$ 2.300 e é fornecido gratuitamente pelo programa, é customizado.

Na Bacia Hidrográfica do Rio São José, um grupo de trabalho ficará encarregado de definir os critérios para escolha das áreas que serão priorizadas e selecionar os produtores contemplados. O grupo se reunirá ainda no mês de fevereiro, no município de Vila Valério.

APPs e Nascentes

O representante do IBIO Institucional, Thiago Belote, fez um breve relato sobre o andamento do Programa de Recomposição de APPs e Nascentes (P52). Segundo ele, o programa está em fase da contratação da empresa que irá elaborar o Cadastro Ambiental Rural das propriedades. Um ato convocatório já está pronto e a licitação está prevista ainda para o mês de fevereiro.

Cerca de 200 produtores serão escolhidos. As áreas a serem trabalhadas já foram definidas e um grupo de trabalho ficará responsável pela elaboração de uma agenda de mobilização na bacia.

Os participantes também foram informados sobre a possível ampliação da área do CBH-São José. Segundo o representante da Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH), Pedro Murilo, o procedimento legal ainda não foi concluído. Foi definido, então, que um ofício será enviado ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERH) para cobrar informações.

A próxima reunião ordinária do Comitê será realizada no dia 2 de abril, em Mantenópolis (ES).


Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário