Novos membros do CBH-Barra Seca e Foz do Rio Doce são empossados


28 abr/2017

Durante reunião realizada em Linhares, também foram entregues ao município imagens de satélite de áreas urbanas propícias à ocorrência de cheias

Durante reunião do colegiado realizada em Linhares, no dia 26 de abril, foram empossados os novos membros habilitados no processo eleitoral para compor o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Barra Seca e Foz do Rio Doce para o mandato de 2017 a 2021.  O processo eleitoral, iniciado no mês fevereiro, foi acompanhando e avaliado pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH), com apoio da comissão eleitoral, formada por conselheiros do comitê. A plenária do CBH-Barra Seca e Foz do Rio Doce é composta por 15 membros titulares e 15 suplentes, divididos em cinco vagas para cada segmento: poder público municipal e estadual, usuários dos recursos hídricos e sociedade civil organizada (ONGs, entidades de classe e associações comunitárias).

O presidente da comissão eleitoral, Marcos Antônio Lima, comentou sobre a participação dos municípios e das instituições no processo e a falta de representação do setor dos usuários. “Será necessário abrir um processo eleitoral simplificado para compor as vagas remanescentes tanto de titulares quanto de suplentes”, explicou Marco.

Após a posse dos conselheiros, também foi eleita a nova diretoria do CBH, que agora é composta por: Dolores Colle, representante do poder público municipal, reeleita como presidente; Jonas Chequetto, como vice-presidente, representando a sociedade civil; e Marco Antônio Lima, como secretário executivo, representante dos usuários.  Dolores agradeceu a confiança e a indicação da plenária que a manteve na presidência e pediu o apoio de todos para dar continuidade às ações do comitê. “Sinto orgulho em continuar os trabalhos do CBH-Barra Seca e Foz do Rio Doce que iniciamos há dois anos. Somos um comitê novo, porém já trouxemos para a bacia diversos programas e ações em prol da quantidade e qualidade da água. O comitê não é feito apenas pela diretoria e sim por todos os membros. É função de todos trabalhar pela bacia”, disse Dolores.

Entrega P31

Antes da posse dos novos conselheiros, o analista de programas e projetos do IBIO-AGB Doce, Elter Martins dos Santos, juntamente com a presidente do comitê, Dolores Colete, entregaram nas mãos do prefeito de Linhares, Guerino Luiz Zanon um mapa e imagens de satélite de áreas urbanas propícias à ocorrência de cheias. O material foi adquirido através do Programa de Convivência com as Cheias (P31), financiado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce.

O P31 prevê a realização de atividades de monitoramento, através de dados hidrométricos das estações fluviométricas e pluviométricas, registros da defesa civil e acompanhamento da ocupação de áreas de risco por imagens de satélite. “Neste primeiro momento, em atendimento ao trabalho de monitoramento, que prevê o uso de imagens de satélite para acompanhamento da ocupação de áreas de risco, os comitês realizaram a aquisição de imagens digitais de satélite com alta resolução espacial e respectivos modelos digitais do terreno e curvas de nível de áreas urbanas de 26 municípios da Bacia do Rio Doce, sendo que Linhares localizado na Bacia do Rio Barra Seca e Foz do Rio Doce”, explicou Elter Martins dos Santos, analista de programas e projetos do IBIO-AGB Doce. Saiba mais sobre o programa no site: https://goo.gl/dxBNAA

 


Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário